Saúde Quântica e Oligoterapia

Oxigenar a sua saúde e beleza

         Por volta dos 30 anos de idade a nossa pele perde aproximadamente 65% do armazenamento de oxigênio. Além disso, o metabolismo celular fica mais lento. O resultado é a redução na produção de colágeno e de elastina, com o aparecimento de linhas de expressão e rugas. Sendo assim, nossa pele precisa de suplemento de O2 para rejuvenescer”, .,

        Trata-se de um tratamento indolor e sem contra-indicação, o procedimento é indicado para acelerar a cicatrização da pele danificada, reduzir inflamação, rugas, marcas de expressão e manchas.O elemento age no organismo: “Desintoxicando o tecido e atua como bactericida. Dá firmeza e elasticidade à pele, ativando a produção de colágeno e elastina”. A oxigenoterapia não é limitada à face,  pode ser aplicada no corpo,ha uma  lista dos benefícios como :

  • Reduz celulite ,

  • rejuvenesce as células ,

  • ativa o metabolismo,

  • aumenta a defesa do organismo e melhora a absorção de vitaminas, minerais e nutrientes,

  • Melhora a função do cérebro e memória ,

  • Poporcionar saúde e disposição, com aumento da energia e desempenho,

  • Também indicada para peles sensíveis,

      Os resultados são visíveis em sua pele , logo após as primeiras aplicações , juntamente com os nutrientes de ortomolecular conforme o procedimento também é recomendado para alívio de alguns danos à pele, por exemplo, acne, foliculite, queimaduras, quelóide, manchas, o diferencial da oxigenoterapia juntamente com os nutrientes  ortomoleculares , se comparada a outros antioxidantes, é que os resultados são imediatos”

        O tratamento é feito semanal  as sessões duram cerca de uma hora,  desde a  a primeira aplicação os resultados já são perceptíveis. “Vale à pena fazer, o resultado é surpreendente”, completa.

         Prata coloidal Nanotecnologia a favor da sua                   Saúde

                         É extremamente eficaz contra bactérias, germes, fungos, vírus que provocam várias doenças.A ação da prata na forma coloidal não possui efeitos colaterais.Excelente para limpar a pele com acne, feridas, nos banhos dos animais, etc…Ela também é usada para esterilizar ambientes,canis,aparelhos , instrumentos cirurgicos.

                         Há alguns anos, os pesquisadores das grandes indústrias farmacêuticas vêm detectanto sinais progressivamente mais claros e recorrentes de um fenômeno da maior importância:as bactérias, fungos e vírus, que antes eram facilmente controlados pelo emprego de antibióticos, estão criando suas próprias defesas contra esses medicamentos específicos, que acabam invalidando os antibióticos, tornando-os não efetivos.

O Streptococcus Aureus, por exemplo, já se tornou resistente ao mais poderoso antibiótico conhecido e as infecções por ele geradas já estão intratáveis (vide “Scientific American“, 1998). E, de nada adianta tentar produzir antibióticos ainda mais fortes, porque os microorganismos voltarão a sofrer novas mutações ou desenvolverão novos mecanismos para desativá-los.É evidente que temos que procurar alguma nova alternativa. Quando começamos a estudar essa questão, apareceu a pergunta: O que se utilizava antes do aparecimento dos antibióticos? A pesquisa mostrou que a Medicina utilizava a Prata l como germicida e poderoso esterilizante.

                         De acordo com os estudos efetuados no começo do Século XX pelo Dr. Henry Crooks e pelo Dr. Alfred Searle, este último fundador do conglomerado farmacêutico do mesmo nome, a Prata Coloidal possui um extraordinário poder germicida, exterminando cerca de 650 tipos de bactérias, vírus e fungos, mas de maneira definitiva e isso em apenas 5 a 6 minutos. Com mais uma grande vantagem: não permite que se criem linhagens de germes resistentes, como está acontecendo no caso dos antibióticos.

                         A Prata , de acordo com a literatura antiga, é altamente efetiva contra infecções por germes que podem gerar moléstias muito perigosas. Pedimos ao Instituto Afolfo Lutz, em São Paulo, para efetuar um teste para comprovar o poder bactericida da Prata .Como o laudo comprova (no livro tem uma cópia desse laudo), o teste foi efetuado em 500 ml (mililitros) de água filtrada, sem cloro (Cl), contendo 10.000 Escherichia Coli por ml, 100.000 Streptococcus Faecalis por ml e 1.000 Vibrio Cholerae por ml. Nessa água, foram imersos os eletrodos geradores de Prata Coloidal (MDS-11), por dez minutos. Após esse tempo de contato, uma alíquota de 100 ml foi transferida para um frasco âmbar por um período de trinta minutos. Transcorrido esse tempo, as semeaduras realizadas, nas condições laboratoriais do experimento, revelaram:

                                         

                                                 a. Ausência de E. Coli/ml
b. Ausência de S. Faecalis/ml
c. Ausência de V. Cholerae/ml

                        O laudo é dividido em duas folhas. A primeira mostra a contagem total das colônias de bactérias encontradas em cultura sobre placa de vidro, após 3 dias. Ao final do 3o dia, a contagem foi de 710 UFCs.

A segunda mostra parte do mesmo material para cultura, em uma segunda placa, acrescentado agua de prata coloidal (10%), com evolução igual zero.

Demonstrou-se a ação inequívoca da prata coloidal, eliminando completamente todas as colônias de bactérias. Adiante os facsímiles:

                        Fica, portanto, comprovado que a Prata destruiu completamente os microorganismos patogênicos presentes na água, confirmando o poder bactericida anunciado na numerosa literatura médica que trata desse assunto. 

      Acne – além de tomar a solução-mãe, lave o rosto várias vezes ao dia com a solução- mãe, deixando-a secar na pele.

Amigdalite – faça gargarejos com solução-mãe

Antrax – apendicite – artrite – blefharitis – Câncer de pele – além de tomar a solução-mãe, mesmo procedimento em relação à acne.

Câncer – ingestão de solução-mãe de 4 a 8 vezes ao dia.

Cândida albinas – ingestão de solução-mãe cerca de 4 vezes ao dia.

Caspa (umedeça o couro cabeludo com solução-mãe e deixe secar – pode-se adicionar um pouco no gel, misturando-o com a solução, caso se use com freqüência)

Catarro – chagas – colite crônica – cobreiro –

Coceira anal (além de tomar, lave a área com solução-mãe),

Coqueluches – ingestão de solução-mãe cerca de 6 vezes ao dia + inalação.

Conjutivite – pingue a solução nos olhos várias vezes ao dia, podendo ser uma mistura de 50% de soro fisiológico e 50% de solução-mãe pura.

Doença minere – infecção por cryptosporídium – ingestão de solução-mãe cerca de 4 vezes ao dia.

infecção nas orelhas/ouvidos/otite – pingue solução-mãe no local várias vezes ao dia, solução pura.

cistites – dermatites (aplique compressas umedecidas em solução-mãe) –

desordens intestinais – desordens na próstata – diabetes – diarréia – difteria – eczema – febre tifóide fendas nos pés (pingue solução-mãe sobre a área)

furunculoses (pingue ou aplique gaze embebida em solução-mãe sobre a área)

gastrites – gonorréia (tomar a solução mãe e lavar o local com a mesma)

gripe (tomar a solução-mãe) –

hemorróidas (tomar e lavar o local com a solução-mãe) –

herpes (tomar e lavar o local das feridas produzidas pelo vírus com a solução-mãe, várias vezes ao dia) –

infecções bacterianas em qualquer órgão – infecções por estreptococus e estafilococus – salmonellas –

lepra (tomar e usar gazes embebidas com solução-mãe nos locais) –

leucemia (tomar solução-mãe de 4 a 8 vezes ao dia) –

queimaduras diversas (tomar a solução-mãe e embeber gazes com solução-mãe misturada entre 20% a 50% com

soro fisiológico – opcionalmente – várias vezes ao dia)

síndrome de fadiga – reumatismo – rinites –

seborréia (aplicar no local) –

sífilis – septicemia – tétano meningites – tifo – tuberculose – úlceras – verrugas (aplicar no local a solução-mãe várias vezes ao dia)

                 

               Embora impressionante, essa lista é apenas parcial e é uma amostra da extraordinária eficácia da Prata no controle das infecções de maneira geral, o que a torna, literalmente, muito preciosa para consultórios médicos e odontológicos, laboratórios de análises clínicas, hospitais, clínicas terapêuticas, clínicas de acupuntura, ginásios de esportes e academias de ginásticas e, em geral, para toda a população que poderá se beneficiar desse fantástico material.

               Pode-se perguntar: Como utilizar a Prata ? 

Aqui vão algumas sugestões:

**Esteriliza, com segurança, desde escovas de dentes .

**Pode ser pulverizada sobre o lixo, prevenindo ou reduzindo odores de putefração.

**Umedecendo esponjas de cozinha, toalhas, facas, garfos, etc. pode-se eliminar a E. Coli e a Salmonella que poderiam envenenar alimentos, originar infecções gastrointestinais e infecções genito-urinárias.

**Pulverize em sapatos (para combater o “chulé”), nas meias, nas virilhas, para eliminar coceiras e pé de atleta, fungos e coceiras no ânus.

**Pulverize, como desodorante, as axilas, para combater o odor desagradável que costuma vir dessa região, quando suada

**Poderá adicioná-la à água do banho, gargarejar, fazer pulverizações nasais ou usá-la para limpeza dos dentes.

**Pulverize sobre o topo dos potes abertos de geléias, de condimentos e no interior das tampas, antes de fechá-los.

**Misture um pouco na água do cachorro/gato, do passarinho e no vaso de flores. Pulverize muito bem os filtros de ar condicionado para limpá-los.

**Use, rotineiramente, na água de lavagem final da roupa e sempre antes de guardar roupas sazonais. Toalhas de rosto e de banho não terão odores e nem estragarão. Elimine microorganismos indesejáveis em terras de plantação e em sistemas hidropônicos.

**Borrife na folhagem das plantas para eliminar fungos, vírus e muitas doenças que aparecem nos vegetais.

**Umedeça com Prata, frutas e vegetais antes de usá-los ou guardá-los. Use-a na água para cozinhar.

**Molhe os telefones, os microfones, os auriculares, aparelhos de surdez, armações de óculos, escovas para cabelos e travesseiros de doentes, suas toalhas e lençóis de cama.

             Vejamos uma pequena comparação entre Prata Coloidal e Antibióticos:

1. Prata: Não há registros de efeitos nocivos; Antibióticos: 100.000 a 300.000 reações negativas por ano, das quais 30 a 50% são fatais (levam à morte).

2. Prata: Usuários e pesquisadores relatam resultados altamente efetivos para infecções por bactérias, vírus (lembrar que a Aids está associada a um tipo de vírus) e fungos;Antibióticos: Geralmente, altamente efetivos somente para bactérias específicas. Alguns são efetivos para a maioria das bactérias (de “espectro amplo”). Sem efeito em fungos e vírus.

3. Prata: Leva à cura acelerada; Antibióticos: Sem efeito para obter cura.

4. Prata: Reduz cicatrizes; Antibióticos: Sem efeito em cicatrizes.

5. Prata: Sem registro de imunidade patogênica desenvolvida (pelos microorganismos patogênicos) em milhares de anos de seu uso; Antibióticos: Comumente, os patógenos desenvolvem imunidade, com 40.000 mortes por anos, apenas na América do Norte.

6. Prata: Não se conhece problemas de overdose; Antibióticos: A dosagem deve ser feita com cuidado (pois é uma substância anti-vida, como o próprio nome indica).

7. Prata: Não precisa de prescrição médica; Antibióticos: Apenas disponível por prescrição médica (por ser uma substância perigosa).

8. Prata: Geralmente, funciona sem diagnóstico exato; Antibióticos: Requer diagnóstico exato, para sua prescrição.

9. Prata: Faz o corpo do paciente produzir células diferenciadas (células-tronco), quando elas forem necessárias; Antibióticos: Não têm qualquer efeito sobre células dediferenciadas.

Efeito Tyndall

 O efeito Tyndall é uma técnica usada para identificar uma dispersão coloidal. O efeito Tyndall foi descoberto em 1766, por Richard Tyndall, que em uma de suas experiências, percebeu o espalhamento de um feixe de luz num meio contendo partículas em suspensão, Tyndall observou que uma sala cheia de fumo ou poeira, tornava visível um feixe de luz que entrasse pela janela.

As partículas que compõem os sistemas coloidais são muito pequenas para serem identificadas a olho nu, mas o seu tamanho é maior do que o do comprimento de onda da luz visível. Por isso, uma luz que atravesse um sistema coloidal será refratada pelas partículas.

Baseado nessa observação, basta apontar um feixe de luz para um sistema (geralmente líquido ou sólido) para identificá-lo.

  • Partículas em solução saturada irão aparecer a olho nu sob o feixe de luz.

  • Um colóide irá fazer o feixe de luz se espalhar pela refração desta nas partículas.

  • Uma solução não altera o feixe de luz.

  • Em uma solução coloidal autêntica, a energia interna das partículas aumenta de acordo com a intensidade da luz aplicada.

Fonte:

                         SOBRE PRATA COLOIDAL
Estudos sobre Aids – casos de recuperação com uso da prata coloidal – Dr. M. Paulo Farber, B.A, B.S, M.A, N.D, Ph.d, D.C – ISBN 1-887742-00-X
Science Digest de 03/1978
Outros médicos, pesquisadores e instituições envolvidos nos estudos sobre a prata coloidal:
Dr. Harry Margraf
Linus Pauling, Ph.D
Departamento de Obstetrícia Médica e ginecologia da UCLA (1988) – uso da prata como desinfetantes e anti-microbianos;
Department of Health and Human Services – Rocky Mountain Laboratories & Fox Chase Cancer Center – Philadelpia – PE;
Temple University, School of Medicine (1995) – HIV-1, candida albicans e cryptococcus neormans;
Dr. Marvin Robey
Dr. Carl Moyer, Presidente do Departamento de Cirurgia da Washigton University (queimaduras)
Dr. Gary Smith
Dr. Henry Crooks
MD Hulda Clark, Ph.D, N.D., (autora de A Cura para todos os cânceres e A cura pra HIV e Aids – no pressuposto de que estas doenças não podem existir sem parasitas e a sua eliminação, elide tais doenças e síndromes)
Dhyana L. Coburn & Patrick D. Dignan in Wonder