Publicado em

Definindo Traumas

 

“Os olhos revelam o segredo da alma ”

O trauma, ou choque, caracteriza-se por representar um estado de “estar fora de si”, é um estado de retrair-se e manter distância de uma experiência dolorosa. Saímos do nosso ponto de equilíbrio pela quebra da harmonia, ficamos com a nossa consciência adormecida e o nosso corpo pode ter reações imprevisíveis. O nosso “eu” se afasta da alma, a consciência fica adormecida, é como se estivessem vivendo um sonho ou um pesadelo.
Do ponto de vista Biquímico, o trauma, nada mais é do que a interrupção de um fluxo de acetilcolina nas terminações sinápticas que se envelopará na musculatura esquelético da coluna vertebral na conformação de nódulo, podendo entrar em apoptose. Desse modo, carregaremos essa dor até o dia que o confrontarmos e o entendermos.

          O trauma de ninguém é maior ou menor que o do outro, não se julga trauma, apenas a pessoa que passou pela situação sabe o que sente.
É importante lembrar que devemos aprender e aproveitar as lições da vida, senão, voltaremos a provocar os mesmos tipos de acidentes e traumas, até aprendermos. A banda do sistema nervoso autônomo da íris nos mostra e previne a repetição dos mesmos atos, através de seus sinais.

 

Consequências de um trauma

Um trauma pode desencadear um problema físico? Sim, atendo muitas pessoas com dores de cabeça, problemas estomacais, sexuais e outros diversos sintomas. A íris indica exatamente a idade que houve um  trauma e do choque, possibilitando um desbloqueio para que possamos não apagar totalmente da memória o passado , mas mudar a maneira como nós o vemos e reagimos a ele,ouro aliado que utilizamos é oligoterapia com nutrientes específicos , além de outras técnicas para favorecer. São impressionantes os diversos casos solucionados através da percepção e

Quer se conhecer mais agende seu horário aqui na Essenciali

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *